Cerro Tronador

Written by doisnocaminho

Em nosso último dia de passeio, fomos visitar o Cerro Tronador.

Cerro Tronador
Cerro Tronador, uma das mais belas geleiras do mundo, localizado na Patagônia Argentina, próximo a cidade de San Carlos de Bariloche, próximo ao Chile.

O Cerro Tronador se chama assim porque ele é muito barulhento, parecem trovões o tempo todo, mas é o gelo se desprendendo. O Cerro Tronador está localizado em uma das regiões mais bem preservadas do Parque Nacional Nahuel Huapi, a aproximadamente 90km da cidade de Bariloche. O Cerro Tronador é um vulcão localizado na parte sul da Cordilheira dos Andes, na fronteira entre Chile e Argentina, e é o local mais alto da região, com 3.554 mts acima do nível do mar. O cerro possui três picos: o Argentino, o Chileno e o Internacional, lagos como o Mascardi, Los Moscos e o Hess, o Vale Vuriloches, um bosque e a famosa geleira Ventisquero Negro, uma das poucas geleiras negras do mundo.O nome do cerro é devido ao ruído semelhante a um trovão produzido por deslizamentos frequentes nos glaciares o geleiras do mesmo.

Cerro Tronador
Cerro Tronador, uma das mais belas geleiras do mundo, localizado na Patagônia Argentina, próximo a cidade de San Carlos de Bariloche, próximo ao Chile.

O fato de estar localizado muito acima do nível do mar, torna o Cerro Tronador um destino atraente para os escaladores . O Cerro Tronador tem um total de 7 (sete) geleiras o glaciares que estão atualmente em diminuição por causa dos eventos de aquecimento global.


No trajeto até o ponto principal deste passeio, fomos fazendo várias paradas, em mirantes e locais maravilhosos.
Nossa primeira parada foi na Praia Negra, um local maravilhoso, onde podemos curtir o visual e tirarmos alguma fotos.

Cerro Tronador
Praia negra, uma das paradas no caminho do Cerro.

Continuando o passeio, fizemos a segunda parada em um Mirante da Ilha Coração, cujo nome se dá pelo formato perfeito de um coração. De um mirante em frente à Ilha Piuqué Huapi, que significa coração na língua mapuche, é possível ver “quase” um coração, mas a forma perfeita só pode ser vista para quem se aventura na trilha de umas 8 horas de duração do outro lado do rio. O nome deste lindo lago da foto abaixo é Mascardi e sua ilha envolve uma lenda ao estilo Romeu e Julieta. Interessante como a temática de algumas historias se repete em diversos povos, mesmo com tantas diferenças culturais e regionais.  Dois jovens, Lilen e Ayopan, de tribos diferentes e inimigas se conhecem, se apaixonam, mas são impedidos de praticar seu amor. Resolvem então fugir, na primeira noite de lua cheia. Os guerreiros os perseguem e a jovem Lilen é atingida no ombro por uma flecha, caindo no lago. Desesperado, Ayopan salta para salvá-la, mas é atingido por outra flecha bem no momento em que a abraça. A flecha perfura o corpo do rapaz e atinge também o de Lilen, unindo-os pra sempre nas profundezas do lago, no exato lugar onde surgiu a ilha em forma de coração.

Mirante da Ilha Coração – Seu nome se dá pelo formato perfeito de um coração.
Mirante Ilha Coração
Seu nome se dá pelo formato perfeito de um coração.



Continuamos nosso passeio e paramos em um restaurante, o “Restaurante Pampa Linda” para almoçar e curtir um pouco do local, que possui muitos locais lindos, onde é possível tirar fotos incríveis. Foi o que fizemos. A comida não nos agradou muito, estava fria e sem tempero.

Restaurante
Restaurante Pampa Linda, a caminho do Cerro Tronador

Por fim, seguimos o passeio e chegamos até o famoso Cerro Tronador e seu Glacial Negro.
O Glacial já é maravilhoso de se ver, pra completar nos deparamos com um grande lago congelado na base das geleiras, uma visão fantástica. Ficamos ali por um tempo aproveitando essas belezas naturais e tirando muitas fotos. O legal no local é ficar em silêncio, pois é possível escutar o barulho do gelo se desprendendo das geleiras. Há alguns anos, o local foi palco de uma grande inundação, pois a geleira descongelou, fazendo com que grande quantidade de água descesse o pico arrastando árvores e pedras cerro a baixo.

Glacial Negro - Cerro Tronador
Glacial já é maravilhoso de se ver, pra completar nos deparamos com um grande lago congelado na base das geleiras.

Todo o percurso é feito em uma estrada estreita e de mão única, então no período da manhã só se guia em direção à geleira do Tronador e depois das 16h só se desce.

Para visitar o Cerro Tornador há duas opções:
1- Excursão com uma agências de viagens.
2- Alugar um carro.

O passeio do 2° dia foi até o Cerro Tronador e o Glaciar Ventisquero Negro. Este passeio custou $560 e mais $100 para a entrada do parque (set/16), fiz com a agência Select Travel. O caminho é lindo, pois passa beirando lagos no meio das montanhas. Passamos nos lagos Gutierrez e Mascardi e pelo Rio Manso onde paramos para fotos e banheiro. O almoço foi na Pampa Linda, tem lanches e pratos a la carte, além de um menu completo com entrada, salada, prato principal e sobremesa.

Após esse tempo, seguimos viagem de volta ao Hotel.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *